Venha ouvir-me em mundialfm.sapo.pt ou sintonize em 100.5fm De segunda a sexta-feira no #ClubedaTarde com o César Granjeio na Mundial FM Não perca a informação atualizada com edição de Marta Sousa às 00h00 | 07h00 | 12h30 | 18h30 Venha ouvir-me em mundialfm.sapo.pt ou sintonize em 100.5fm De segunda a sexta-feira no #ClubedaTarde com o César Granjeio na Mundial FM Não perca a informação atualizada com edição de Marta Sousa às 00h00 | 07h00 | 12h30 | 18h30

José Francisco Rolo aposta num projeto autárquico de continuidade

20.01.2022

Os próximos quatro anos para o Município de Oliveira do Hospital acarretam vários desafios, cujo principal objetivo assenta na melhoria da qualidade de vida dos oliveirenses. Para isso, há um conjunto de projetos que foram desenhados e estão a ser desenvolvidos no ramo industrial, empresarial, na educação, no desporto, no turismo, nas acessibilidades e na regeneação urbana, com o intuito de criar mais postos de trabalho e fixar população.

 

No dia em que se assinalaram três meses, desde a tomada de posse dos novos órgãos autárquicos da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, José Francisco Rolo começou por sublinhar que “o projeto autárquico é um projeto de continuidade”.

 

Desta forma, está já em marcha um conjunto de intervenções que objetivam a regeneração do centro histórico de Oliveira do Hospital. “Um projeto ansiado há 30 anos. Finalmente, as obras estão em curso, numa zona sensível e histórica”, referiu.

 

A ampliação da zona industrial, com novos lotes e novas funcionalidades, “dando-lhe mais centralidade”, é outro dos desígnios do presidente da Câmara. Assim, ficará mais próxima do nó do IC6, outra das obras que o executivo oliveirense quer que chegue a bom porto. “Temos a expectativa de ter o IC6 até ao concelho de Seia e, naturalmente, ter um nó de ligação à zona industrial, o que vai dar mais centralidade, competitividade e capacidade de acolhimento de mais empresas, bem como criação de mais postos de trabalho”.

 

No âmbito da inovação e tecnologia, há um projeto aprovado, na sequência do Plano de Recuperação e Resiliência, que vai permitir colocar pontos de carregamento de hidrogénio, proporcionar uma cobertura 5G, criar um parque fotovoltáico, “que vai baixar a fatura energética de todas as empresas que estão instaladas na zona industrial”, indicou.

 

Acoplado a este projeto está a decorrer, neste momento, a instalação de uma unidade de abastecimento de gás natural.

 

A Educação assume um pilar de grande importância para este Município. Nesta entrevista à MundialFM, José Francisco Rolo revelou que está a ser desenvolvido um Centro Educativo Moderno, no centro da cidade, para os alunos do primeiro ciclo, que conta com um investimento de seis milhões de euros.

 

A Autarquia está, ainda, a trabalhar num projeto para as instalações da Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Oliveira do Hospital, bem como na respetiva residência de estudantes. O presidente da Câmara disse que estão “a criar condições de qualidade para o acolhimento de 300 novos alunos por ano”.

 

Na área de desporto, destaque para o contrato-programa feito recentemente com o Governo para a requalificação do parque desportivo de Oliveira do Hospital e, também, a melhoria de algumas instalações. José Francisco Rolo salientou que o seu executivo não olha “o desporto só para o lado da competição”, mas vê “as equipas desportivas e o associativismo desportivo como promotor de estilos de vida saudáveis, formas de educação e de integração social”.

 

As freguesias também merecem o olhar atento do autarca, sendo entendidas como “parceiras fundamentais para o desenvolvimento do concelho, que se materializa na disponibilização de meios financeiros e na realização de protocolos para dar qualidade de vida a quem gosta de residir nas freguesias “, anuiu. Ainda neste âmbito, há o objetivo de atrair investimento no que respeita ao turismo, à animação e revitalização das Aldeidas do Xisto e da Rede de Aldeias de Montanha.

 

Em cima da mesa estão ainda projetos como a criação do Centro Municipal de Proteção Civil e a requalificação do Canil/Gatil Municipal.

O autarca avançou que Oliveira do Hospital assume-se como “um município de porta aberta para acolher cidadãos, instituições e empresários, mas também um município de porta aberta amigo do investidor”.

 

Nesta entrevista, o presidente da Câmara de Oliveira do Hospital disse que gostava que todas as condições de saúde estivessem reunidas, para que, nos dias 12 e 13 março, esteja de regresso “a maior Feira do Queijo Serra da Estrela de Portugal, que é a Feira do Queijo de Oliveira do Hospital”. Ficou ainda um reconhecimento para a equipa de vereadores e funcionários municipais que estão acompanhá-lo nesta sua nova jornada política.